sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Bissexualidade

A bissexualidade é um tema completamente invisível na publicidade.
Há casos raros como da marca Bonds do segmento de moda/vestuário que ousou trabalhar o tema.
A agência DMB & B criou o anúncio na Austrália em 1998 com o título "A camisa" com slogan "ninguém pode arrancar o original".

video

Fonte: GLAAD

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

AIDS

A Associação de Luta contra o HIV/AIDS (AIDES-France) criou polêmica com os anúncios criados pelo agência TBWA em 2005 na França para conscientizar gays e lésbicas. O anúncio de serviço público tinha como título: "Sem camisinha você está fazendo amor com a AIDS.Proteja-se."



A versão masculina também ficou muito boa.






Fonte GLAAD

sábado, 15 de agosto de 2009

How to double your collection womem

A marca Bianco e seu anúncio na Dinamarca em 2008 ensina...
...fazer uma dupla coleção:

video

Fonte:GLAAD

Imagem da vez

Fonte:Google imagens

Contos



Faz duas semanas que meu amor. Ana Paula El-Jaick. Ed. GLS


Uma coletânea de contos curtos e irreverentes, que abordam de maneira direta, assumida e bem-humorada o cotidiano de mulheres que amam, desiludem-se, enfrentam preconceito, começam relacionamentos, namoram, se aborrecem e sentem saudades.

Fonte:Editora Malagueta

Pronto para viajar


Anúncio impresso da Compania Aérea Nova Zelândia em 2008 nos Estados Unidos.
Fonte:GLAAD

Almoço a duas...

O anúncio da Beck's na Hungria em 2005 tinha como título "Beijo".
O narrador pergunta o que faz de um breve almoço uma experiência e da três opções de escolha: Alguma coisa gostosa? Algo saudável? Ou alguém com quem você possa compartilha-lo?

video

Fonte:GLAAD

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Ousadia


Ousadia é o título desta pintura à óleo sobre tela da artista autodidata sul-mato-grossense Malu Ferreira e pode ser considerada também uma característica da artista por incluir nos seus trabalhos a temática LGBT.
Contato: Malu Ferreira (067) 8469-8684

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Meu amor de verão.


A dica de hoje é o filme inglês "Meu amor de verão" de 2002.O drama conta a estória deTamsin que passa as férias na casa de campo da família, em uma pequena cidade do interior da Inglaterra, onde conhece Mona, uma jovem um tanto deslocada dos padrões locais. A despeito das diferenças sociais, a amizade das duas evolui para um romance que subverte a rotina do lugar.


40 anos do homem na lua

Escolhi para o post de hoje o anúncio de uma rádio dos Estados Unidos em homenagem ao aniversário de 40 anos da ida do homem a lua no mês passado.
O anúncio foi criado pela própria rádio ( Energy 62,7 FM Pure Dance) em 2008 e o título é
"Original.Independente.Orgulho".


fonte:GLAAD

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Uma imagem...

fonte: google

Leitura


O último dia do outono.
Quando o amor acontece entre garotas. Valéria Melki Busin. Ed. GLS

Fernanda é uma menina bem paulistana: faz cursinho, quer entrar na USP, tem muitos amigos, sai bastante, aproveita a cultura da cidade e gosta de poesia. Tudo vai bem até conhecer Marisa, uma colega que a deixa confusa e perturbada.Que sentimentos são esses que a deixam gelada por dentro? O que fazer com a vontade de beijar a amiga? Como lidar com esse amor tão inesperado?Um delicioso romance em São Paulo nos dias de hoje.

Um Toyota não é igual aos outros

Namorada é o título do anúncio da marca Toyota Corolla feito pela agência Saatchi & Saatchi no Canadá em 2005.
Um pai e uma filha estão sentados no alpendre.O pai pergunta para a filha se o que sua mãe disse sobre estar apaixonada é verdade.Depois da resposta afirmativa da filha ele pergunta:
-Será que ele é como todos os outros?
Quando ela responde que não um corolla chega e ele diz:
-Gostei dele.
O pai entra para casa enquanto a filha vai ao encontro de sua namorada.
Realmente ele não igual aos outros.


video
fonte:GLAAD

Cassandra Rios

A escritora Odete Rios (1932-2002) que usava o pseudônimo de Cassandra Rios tinha como temática dos seus livros o lesbianismo e suas variantes.
Embora a forma com Cassandra descrevesse as mulheres e seus relacionamentos homoafetivos fossem estereotipados (uma das causas das criticas que sofre até hoje), não se pode deixar de admitir o que ela foi para a literatura e para os movimentos; uma desbravadora.
Talvez fosse uma estratégia esse recurso narrativo escolhido por Cassandra, pois até então não havia menção da temática qualquer que fosse o meio (impresso, rádio ou TV).
A homossexualidade masculina já era tema na literatura quando surge o primeiro romance com a temática lésbica de alcance nacional, o primeiro livro de Cassandra, (com 16 anos) “A volúpia do pecado” em 1948.
Nos seus livros Cassandra discutia a procura da posição homossexual na sociedade, muito antes dos Movimentos que passaram a se organizar a partir de 1978.
Fica claro que a estratégia deu certo, pois apesar de 36 dos seus quase 50 livros ficarem proibidos ate 1974, ela chegou a vender 300.000 copias em um ano.
Marcelo Rubens Paiva diz que para entender Cassandra Rios é preciso entender sua época e ambiente.
A partir de Cassandra a existência ficcional da lésbica passou de simples figurante a protagonista de historias
Ela foi pioneira ao construir uma identidade homossexual feminina (embora distorcida) na literatura.
Se contra tem-se seu estilo, a favor tem-se a temática escolhida por ela que era transgressora e bastante original para época.

fonte: Piovezan, A. Amor romântico x Deleite dos sentidos.

Sapato 36.

Sapato 36, música de Raul Seixas embora não seja sobre a temática "gay" ilustra bem certas situações...

Sapato 36. Raul Seixas

Eu calço é 37
Meu pai me dá 36
Dói, mas no dia seguinte
Aperto meu pé outra vez
Pai eu já tô crescidinho
Pague prá ver, que eu aposto
Vou escolher meu sapato
E andar do jeito que eu gosto
Por que cargas d'água
Você acha que tem o direito
De afogar tudo aquilo que eu
Sinto em meu peito
Você só vai ter o respeito que quer
Na realidade
No dia em que você souber respeitar
A minha vontade
Meu pai. Meu pai
Pai já tô indo embora
Quero partir sem brigar
Pois eu já escolhi meu sapato
Que não vai mais me apertar
Que não vai mais me apertar
Que não vai mais me apertar