domingo, 25 de abril de 2010

Ellen DeGeneres

Este comercial é um exemplo de uma tendência dos anunciantes no começo da década, usar celebridades "abertamente Gays" para divulgarem suas marcas. A agência Ogilvy & Mather criou para a American Express em 2004/2005 o comercial que tinha como título "Ellen dance", protagonizado por Ellen DeGeneres. Com o slogan "Minha vida, meu cartão", na narração Ellen diz: "Minha vida é dançar minha própria música e o meu cartão American Express sempre me apoia".

video

Fonte: GLAAD

Páginas de menina


Páginas de menina é um curta que tem como enredo uma história de amor que se passa na década de 50 no interior Paulista, entre uma jovem e uma mulher mais velha.


O filme é delicado e apaixonante, daqueles que vale a pena ver mais de uma vez ( eu já vi três vezes).


Com Vera Zimmermann e Tieza Tissi, o roteiro, direção e produção é assinado por Mônica Palazzo.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

"Crônicas de uma guerra anunciada".

Pagamos impostos como qualquer cidadão, mas quando precisamos ser protegidos legalmente não somos cidadãos com direitos iguais aos outros.
A única forma de coibir a discriminação é transformar em lei o projeto que considera crime a discriminação a homossexuais.
A Globo noticiou hoje que a Câmara dos Deputados aprovou o projeto que agora está no Senado. A briga vai ser feia, pois junto com a pressão dos evangélicos e seus senadores está a CNBB que já se mostrou contra e enviou seu advogado a Brasília. A igreja não fica quieta nem quando está vivendo sucessivos escândalos por todo mundo. Há dois dias o número dois da igreja fez declarações que causaram protestos em vários países. As declarações vincularam a pedofilia no clero à homossexualidade. As denúncias contra o clero explodem em várias partes do mundo e mesmo com toda essa confusão e sinais de fraqueza a igreja acha que os sacerdotes pedófilos tem direitos e nós não!
Quanto há alguns (muitos) evangélicos, nem vale à pena tecer qualquer comentário, como no dizer bíblico "não se deve dar pérolas aos porcos". Não tem sentido algum explicar física quântica a analfabeto...
O fato é que não posso ser radical como nossos opositores, então reconheço que há evangélicos e católicos, desde adeptos aos líderes religiosos que seguem com total discernimento os ensinamentos de amor deixados por Cristo e a esses expresso aqui meu profundo respeito. Espero o dia que esses homens sejam a maioria, então saberei que evangélicos e católicos seguem e não só falam o ensinamento maior de Cristo: "Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo".
O próximo de que falava Jesus não era o que tem a mesma crença, as mesmas idéias ou cor, porque amar quem é igual é fácil, difícil é amar quem é diferente.
Parafraseando Gabriel García Márquez no título quis dizer como no livro do mesmo que o que se seguirá daqui para frente não será novidade, sabemos há muito tempo que uma guerra aconteceria pois já tinha sido outrora anunciada.
Cabe a nós pressionar agora o Senado, afinal buscar direitos não é ir à parada gay para dar beijo na boca.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Martina Navratilova

Martina Navratilova, tcheca naturalizada norte-americana é inigualável esportista. Conquistou 167 títulos, sendo 18 em Grand Slam, em 22 anos de carreira. Foram 1.440 vitórias somadas em torneios de simples pela tenista.
Fora a carreira, Martina também esteve nas manchetes por contratar para técnica a tenista transexual Renée Richards e por sua vida pessoal, teve um romance com a escritora Rita Mae Brown e namorou a jogadora de basquete Nancy Lieberman.
Essa semana anunciou que sofre de câncer de mama.
Lembrei-me de The L Word, de como chorei no episódio que Dana morre...
Ironicamente a vida nesse caso está imitando a ficção. Torço que o final seja diferente, que Martina vença seu maior rival.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Feliz Páscoa

Fonte: Google

Eu só quero chocolate




Está chegando a páscoa, época muito feliz para uma chocólatra, pensando nesse prazer que é comer chocolate, lembrei-me de uma campanha que a Cacau Show fez na revista contigo, onde Maitê Piragibe pousou para Laílson Santos. Isso que é persuasão!
Quem não quer chocolate?